Anunciado a cerca de um ano como o diretor de “Guerra Mundial Z 2”, David Fincher trabalhou discretamente no projeto, sem qualquer grandes alardes por parte do Estúdio, produtores e do próprio diretor. Felizmente, se alguns se preocuparam com a possibilidade de Fincher estar só tapando buraco na produção da Paramount, o cineasta por trás de thrillers como  “Se7en” e “Zodíaco”, em uma entrevista concedida ao Collider, fez questão de afirmar que está trabalhando no material do filme para o fazê-lo com “motivos” e não “desculpas”. Ou seja, novamente, Fincher não fará um filme só por fazer. Ele quer que este se sustente em sua própria proposta.

Desenvolvendo o projeto com Dennis Kelly no último ano, Fincher se desdobrou na função enquanto ainda produzia uma série para a HBO (ainda não anunciada) e o fantástico “Mindhunter” com a Netflix, o que pode responder o porquê de termos tão poucas notícias novas quanto a produção da sequencia de “Guerra Mundial Z”. Com as filmagens marcadas para começar em Janeiro de 2018, o longa contará com Brad Pitt reprisando o papel que desempenhou no original – e também uma parceria bem sucedida com o diretor, sendo este o seu quarto filme juntos.

David Fincher

 

Compartilhe.